Boulos sai na frente com pré-candidatura ao governo de São Paulo

Boulos afirma que Bolsonaro faz governo da fome e da vergonha

  • Ministro da Economia, “Caco Antibes”, tem horror a pobres

O líder do MTST, Guilherme Boulos, pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSOL, criticou o governo Jair Bolsonaro pela “esmola” com doação de restos de comida.

Boulos afirmou que a fala do ministro da Economia Paulo Guedes a supermercadistas segundo a qual “dá para mendigos” o que não usado no restaurante é esmola e uma vergonha para o governo da fome.

“Paulo Guedes: “o que não for usado no restaurante dá para mendigos”. Esmola e restos de comida são a política de combate à fome do governo Bolsonaro. Vergonha!”, escreveu no Twitter o pré-candidato do PSOL ao Palácio dos Bandeirantes –sede do governo paulista.

Quando Guedes deu com a língua nos dentes, nesta quinta-feira (17/6), a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidenta nacional do PT, também abriu fogo contra o “Caco Antibes” do governo Bolsonaro.

Leia também

“Não é de hoje o desprezo de Guedes com os pobres. Mas a perversidade não tem limites e ele defende dar resto de comida pra quem tem fome. Pra completar o terror, Tereza Cristina, da Agricultura, fala em alimentos vencidos. Não basta o vírus e a fome, esse governo é higienista!”, protestou protestou ontem a dirigente petista.

Caco Antibes, era personagem do ator Miguel Falabella, no programa Sai de Baixo, da Globo, que tinha horror a pobres e era cheio de preconceitos com o andar de baixo.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, revelou sua proposta de distribuir resto de comida para “pessoas fragilizadas, mendigos, pessoas desamparadas” em situação de fome no Brasil.

Guedes, mostrando desprezo aos despossuídos, falou na quinta à Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Enquanto o ministro da Economia defendia dar resto de comida, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, além de apoiar Guedes, cogitava distribuir alimentos vencidos aos vulneráveis.

Com esse governo da fome e sem-vergonha, sai de baixo!