Assembleia define hoje greve de professores no início do ano letivo de 2013

professor_greveA recusa do governador Beto Richa (PSDB) em cumprir a implantação de 33% da hora-atividade aos professores e a não concessão de aumento aos funcionários das 2,1 mil escolas paranaenses deverá levar a assembleia da categoria, que será realizada neste sábado (15), em Curitiba, a deflagrar greve por tempo indeterminado no início do ano letivo de 2013.

A APP-Sindicato, que representa os quase 80 mil trabalhadores da educação do estado, aprovou ontem, em seu conselho, indicativo de greve somente para 13 de março. No entanto, parte da base defende o não retorno à s atividades já em 14 de fevereiro, quando se iniciam as aulas.

Além do cumprimento da Lei do Piso, aprovada em 2008 e prometida por Richa na campanha de 2010, os educadores reclamam plano de carreira com promoções para graduação e pós, aumento para funcionários e equiparação no auxílio transporte.

A assembleia da categoria está sendo realizada na Sociedade Thalia, no Centro de Curitiba.

Veja também  CPI do Genocídio, CPI da Covid ou CPI da Pandemia? Como chamar a investigação no Senado

Comments are closed.