Por 23 votos a 7, Câmara de Curitiba cassa mandato do vereador Renato Freitas [vídeo]

A Câmara de Vereadores de Curitiba (CMC), por 23 votos a favor e 7 contrários, cassou “mais uma vez” nesta quinta-feira (04/08) o mandato do vereador Renato Freitas (PT).

Renato é acusado de quebra de decoro por, segundo o processo, entrar numa igreja durante um protesto contra o racismo.

O vereador nega ilegalidade e rebate acusando colega de Câmara de cometer racismo contra ele.

– Os que me perseguem com mentiras, utilizando do poder que possuem para me atacar injustamente, não percebem, em sua soberba, que a queda se avizinha. E que só a verdade, ao final, prevalece, e a verdade é revolucionária, é vida, e está sempre ao lado dos oprimidos – afirma Renato Freitas.

O vereador publicou um vídeo lembrando que ele será o primeiro a ser cassado pela Câmara, por ser negro, enquanto vários outros foram inocentados de supostos ilícitos como: corrupção, rachadinha, assédio sexual, formação de quadrilha, racismo, peculato, entre outros crimes.

Uma nova sessão especial deverá ser realizada amanhã, sexta, para a segunda votação regimental.

Haverá manifestação em frente à Câmara.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

Acompanhe ao vivo a sessão:

Sessão Especial da Câmara de Curitiba – cassação de Renato Freitas (PT)