Aldo Rebelo debate o livro "Quinto Movimento" em Curitiba; acompanhe ao vivo

Aldo Rebelo será entrevistado às 15h desta quarta-feira pelo Blog do Esmael

O ex-ministro Aldo Rebelo será entrevistado pelo Blog do Esmael na quarta-feira, dia 30, às 15 horas. A atração terá transmissão ao vivo.

Para a entrevista com o Aldo, além do titular desta página, o advogado Luiz Carlos Rocha, o Rochinha, também participará do bate-papo. Rochinha é um dos defensores do ex-presidente Lula nos tribunais.

Aldo Rebelo foi ministro de Relações Institucionais (2004-2005), do Esporte (2011-2014), da Ciência, Tecnologia e Inovação (2015) e da Defesa (2015-2016). Recentemente, ele lançou o livro O quinto movimento: propostas para uma construção inacabada.

Assistir a entrevista

A obra de Aldo conta com apoio do Instituto José Bonifácio e foi lançada pela Jornal JÁ Editora. O livro propõe uma reflexão sobre o futuro do Brasil em um cenário pós pandêmico e está à venda na Amazon e no site da editora. É possível baixar o e-book gratuitamente em formato PDF.

Para Aldo, o Brasil precisa se unir em torno de três eixos fundamentais:

1- o desenvolvimento econômico,
2- a redução das desigualdades; e
3- a manutenção do país em certos padrões de democracia.

No decorrer do livro, o autor também fala da importância de combinar o desenvolvimento econômico, científico, tecnológico e social com os poderes diplomático e militar para alcançar os objetivos nacionais.

Outro ponto muito importante abordado pelo autor é a necessidade de debate e o fim da polarização entre direita e esquerda. Aldo explica que sem uma coalizão nacional não é possível retomar o crescimento do país e restabelecer o bem-estar social, ambiental e político.

A origem das ideias fala sobre os quatro movimentos que construíram o Brasil, sendo eles:

  • o marco zero de 1500 até o Tratado de Madrid em 1750;
  • a Independência do país;
  • a abolição da escravidão; e
  • a proclamação da República.

Em O quinto movimento: propostas para uma construção inacabada, Aldo propõe reflexões acerca do futuro do país.

Esse debate será ao vivo na quarta-feira, dia 30, às 15 horas. Não perca. Anote aí.