3 de Maio: a grande virada

Cerca de 50 mil pessoas são esperadas no #OcupaCuritiba, em 3 de maio, para acompanhar o depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro.

O interrogatório dar-se-á no refluxo da Lava Jato, ou seja, na lona.

A data ‘3 de Maio’ poderá significar o marco da grande virada de Lula contra o golpe, pelas razões que seguem.

As manifestações pró-Moro e a força-tarefa, neste domingo (26), foram um fiasco de Norte a Sul.

Em Curitiba, apenas 500 coxinhas; Brasília reuniu a mixaria de 630; São Paulo menos de 500; Maringá (PR) a vergonha foi ainda maior: só 50.

O Blog do Esmael “cantou” o fiasco uma semana antes.

Além de murcho, o público de hoje “envelheceu”. A juventude,

castigada pela recessão, percebeu que a Lava Jato é um barco furado que beneficia o golpe e a retirada de direitos da sociedade brasileira.

Para completar o fiasco, os protestos tinham de tudo: volta da monarquia, da ditadura militar, pelo fora temer, e até apoio à Lava Jato e Moro.

Na semana passada, Moro gravou um vídeo pedindo para que não os deixassem só. Aconteceu o contrário neste domingo. Lembrou até Fernando Collor que esculpiu nas vésperas do impeachment, em 21/06/1992, a seguinte frase: “Não me deixem só. Eu preciso de vocês”.

Comments are closed.