Lula também ganha nas redes sociais, diz pesquisa

Nas redes sociais também dá Lula, diz pesquisa

O IPD (Índice de Popularidade Digital) revela que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou um tombo da liderança nas redes sociais na semana passada. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chegou ao topo na segunda-feira (15/11), com 1,87 ponto de vantagem. Na terça-feira (16/11), o petista tinha 63,9 pontos, contra 57,9 do inquilino do Palácio do Planalto.

Nesta segunda-feira (22/11), a Paraná Pesquisas divulgou nova sondagem indicando que Lula lidera em todos os sete cenários apresentados nas intenções de voto das eleições de 2022. Ainda há chance de o ex-presidente vencer no primeiro turno, caso se concretize as federações com unificação do campo progressistas e de esquerda.

Apesar da queda do atual mandatário e subida de Lula nas redes sociais, Bolsonaro ficou estável em popularidade digital, segundo ranking da consultoria Quaest, apesar dos robôs operados a partir do gabinete do ódio.

Nesse levantamento IPD/Quaest, o suspeitíssimo ex-juiz Sergio Moro (Podemos) empatou com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

Os governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS) não aparecem na sondagem realizada nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipedia e Google.