Bolsonaro é vaiado enquanto papa Francisco é aplaudido de pé em condecoração na Câmara

Bolsonaro é vaiado enquanto Papa Francisco é aplaudido de pé em condecoração na Câmara

Deu ruim nesta quarta-feira (24/11) para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que foi vaiado durante cerimônia de condecoração na Câmara. Ele foi xingado de “genocida” pelos deputados oposicionistas enquanto o Papa Francisco era aplaudido de pé pelos parlamentares de todos os partidos.

A Câmara dos Deputados condecorou o presidente Jair Bolsonaro com a medalha Mérito Legislativo, a mais alta comenda concedida pela Casa, criada há mais de 40 anos. Além dele, outras 31 pessoas foram agraciadas com a honraria, destinada a pessoas e entidades que prestaram serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil.

Os apupos a Bolsonaro ocorreram quando ele recebeu a medalha do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Em tom informal, Jair Bolsonaro agradeceu a condecoração –fazendo ouvidos moucos para os protestos na Câmara.

“Estou muito feliz neste momento. Eu espero cada vez mais poder interagir com todos vocês, de modo que possamos escrever realmente uma linda história para nossa nação”, disse Bolsonaro, agradecendo ao presidente Arthur Lira. “Nós somos, todos aqui, o futuro que o Brasil espera, e tenho certeza de que, irmanados, conseguiremos cada vez mais proporcionar dias melhores à nossa população. Muito obrigado”, declarou Bolsonaro.

O papa Francisco e o presidente Bolsonaro são como água e óleo. Eles não se misturam por questões óbvias.

O Santo Padre defende a vida, a paz, enquanto Bolsonaro se comporta como o anjo da morte e.

Homenageados pela Câmara

Além de Bolsonaro e o Papa Francisco, a Câmara ainda homenageou deputados e ex-deputados federais; o presidente da Azul Linhas Aéreas, Johnh Rodgerson; a professora de cardiologia do Hospital das Clínicas Ludmila Abrão Hajjard; o ministro de Relações Exteriores, Carlos França; e o fotógrafo Sebastião Salgado.

Criada em 1983, a Medalha Mérito Legislativo é conferida pela Mesa Diretora da Casa para condecorar autoridades, personalidades, instituições ou entidades, campanhas, programas ou movimentos de cunho social, civil ou militar, nacionais ou estrangeiros, que tenham prestado serviços relevantes ao Poder Legislativo ou ao Brasil.

Assista ao vídeo