Athletico Paranaense chora a morte de Barcímio Sicupira; velório ocorre na Arena. Foto: divulgação/Athletico Paranaense

Athletico Paranaense chora a morte de Barcímio Sicupira; velório ocorre na Arena

O craque Barcímio Sicupira, camisa 8, morreu no domingo (07/11) por complicações no pulmão. O Athletico Paranaense chora esta semana a morte de seu ídolo.

“Para toda uma geração que o viu jogar, Sicupira foi o ícone máximo. E para quem veio depois, uma lenda que podia ser escutada pelo rádio ou vista na televisão. De uma forma ou de outra, foi uma bandeira tremulando na alma rubro-negra”, registrou o site do partido.

“Hoje, fazemos mais uma homenagem a Sicupira. Jamais uma despedida. Ele estará vivo sempre que alguém vestir a camisa do Athletico”, anunciou o time.

A despedida da lenda Sicupira acontece no local que foi a segunda casa do Craque da 8: o Estádio Joaquim Américo, na Arena da Baixada.

O clube disse que disponibilizou o estádio athleticano à família de Sicupira, para que todos possam homenagear o maior artilheiro da história do Furacão.

A primeira parte do velório foi restrita aos familiares.

Na sequência, a despedida de Sicupira foi aberta aos torcedores athleticanos e à imprensa, das 10h às 16h desta segunda-feira (08/11).

A entrada do público acontece pelo Portão A, na esplanada da Rua Buenos Aires.

“Obrigado por tudo, Sicupira. Assim como o seu legado, nossa saudade será eterna”, agradeceu o Athletico em suas redes sociais.