Arthur Lira desafia oposição convocando votação da PEC do Calote para a próxima terça-feira

Arthur Lira desafia oposição convocando votação da PEC do Calote para a próxima terça-feira

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ficou valente após o plenário aprovar na madrugada desta quinta (04/11) a PEC do Calote.

Lira convocou os parlamentares para continuar na terça-feira (09/11), às 9 horas da manhã, a votação de nove destaques e o segundo turno.

A votação da Proposta de Emenda à Constituição 23/21, que limita o pagamento de precatórios e muda o cálculo do teto de gastos.

Precatórios são dívidas do governo com sentença judicial definitiva, podendo ser em relação a questões tributárias, salariais ou qualquer outra causa em que o poder público seja o derrotado.

Esse calote pode engordar o caixa do presidente Jair Bolsonaro em R$ 90 bilhões para brincar de reeleição.

Na madrugada desta quinta-feira, o plenário aprovou o texto-base da proposta com 312 votos entre 456 votantes. A matéria passou com apenas 4 votos de folga, haja vista serem necessários 308 votos para aprovar uma PEC.

Valente e confiante, Arthur Lira agora desafia a oposição para um novo duelo no plenário na semana que vem.

O presidente da Câmara disse esperar que a votação de terça-feira amplie a margem de votos favoráveis à PEC, com um quórum maior de parlamentares.

As direções nacionais do PSB e PDT prometem fechar questão contra a PEC 23/21 na votação de segundo turno. Foram os deputados desses dois partidos que garantiram os votos para Lira na votação de primeiro turno.

Leia também

Bolsonaro “ganhou” o cheque de R$ 90 bilhões, mas não levou segundo PSB e PDT

PCdoB: ‘firme e corajosa posição de Ciro contra a PEC do Calote’

URGENTE: CIRO GOMES “SUSPENDE” CANDIDATURA A PRESIDENTE ATÉ PDT REVER POSIÇÃO SOBRE PEC DO CALOTE

PEC do Calote: Aliel Machado (PSB) votou com Bolsonaro, a pedido de Ratinho Junior

Haddad: PDT deu cheque de R$ 90 bilhões para a reeleição de Bolsonaro