Bolsonaro tenta emplacar ministro "terrivelmente evangélico" no Supremo Tribunal Federal

Ao vivo: CCJ vota relatório final da PEC dos Precatórios; expectativa de sabatina de André Mendonça

Alcolumbre não designou relator para a indicação de André Mendonça. O nome ainda será defino entre sete senadores que pleitearam a tarefa.

Sob a expectativa de definir a data da sabatina de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado se reúne na manhã desta quarta-feira (24/11) para votar o relatório final da PEC dos Precatórios.

A definição da pauta da CCJ cabe ao presidente da comissão, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Antes da votação em Plenário, Mendonça precisa ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que é presidida por Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Já se passaram mais de quatro meses da indicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O ex-advogado-geral da União é considerado um nome “terrivelmente evangélico, no entanto, Alcolumbre negou que há embate religioso entre judaísmo x neopentecostais.

“Vamos fazer todas as sabatinas de autoridades em um esforço concentrado na semana que vem”, anunciou o presidente do CCJ.

Alcolumbre não designou relator para a indicação de André Mendonça. O nome ainda será defino entre sete senadores que pleitearam a tarefa.

Quanto à PEC dos Precatórios, em caso de alteração do texto pelo Senado, ele será reenviado à Câmara dos Deputados.

Acompanhe ao vivo