Quando visitou Berlim, na Alemanha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrou com o líder social-democrata Olaf Scholz. Foto: Ricardo Stuckert

Amigo de Lula, Olaf Scholz, próximo a substituir Angela Merkel na Alemanha

Quando visitou Berlim, na Alemanha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrou com o líder social-democrata Olaf Scholz. Ele vai substituir a chanceler Angela Merkel, que ficou no cargo por 16 anos.

“Estou muito satisfeito com nossas boas discussões e espero continuar nosso diálogo!”, disse Olaf Scholz no dia 13 de novembro, após reunião com Lula.

A Europa anseia pela eleição de Lula porque acredita que poderá aumentar sua influência na América Latina em contraposição à hegemonia dos Estados Unidos na região.

Coalizão tripartidária

Eleito em setembro último, Scholz avança para formar uma coalização entre os partidos Social-Democrata (SPD), Verde e Liberal Democrático (FDP).

Esta será a primeira aliança tripartidária a governar a Alemanha desde anos 1950.

Dentre as preocupações da coalizão está o meio ambiente e as mudanças climáticas –tema centra da COP26– bandeiras histórica dos “verdes” alemães.

Leia também

Bolsonaro é vaiado enquanto Papa Francisco é aplaudido de pé em condecoração na Câmara

Caravana Requião passa em Londrina nesta quinta-feira enquanto oposição a Ratinho Junior avança no Paraná

Tic-tac: PDT discute retirada da candidatura de Ciro Gomes