EXCLUSIVO: veja como funcionará as federações partidárias em 2022

Por unanimidade, TSE passa a mão na cabeça de Bolsonaro e Mourão e não cassa a chapa

O plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), por unanimidade, julgou improcedente o pedido de cassação da chapa Bolsonaro e Mourão.

Segundo o entendimento dos ministros da corte, houve os ilícitos –abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação com o disparo de mensagens pelo WhatsApp– na campanha presidencial de 2018, no entanto, não tem provas contra Jair Bolsonaro e o vice Hamilton Mourão.

O TSE fixou tese futura, a partir das eleições de 2022, segunda qual “pode” cassar quem cometer os mesmos ilícitos se houver abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Resumo da votação: o TSE passou a mão na cabeça de Bolsonaro e Mourão e não cassou a chapa eleita em 2018, apesar do reconhecimento da fraude eleitoral com os disparos de fake news.

Em breve mais informações

TSE CONTINUA JULGAMENTO DE FRANCISCHINI (AO VIVO)