Roberto Jefferson continua dirigindo o PTB da cadeia; ouça o áudio

Da cadeia, Roberto Jefferson continua dirigindo o PTB; ouça o áudio

A prisão imposta ao presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, não é impeditivo para ele continuar dirigindo com mão de ferro a agremiação –a despeito de protestos de parte da bancada de 10 deputados.

Detido no o Hospital Samaritano, na Barra, Rio de Janeiro, após uma cirurgia de cateterismo, Jefferson gravou um áudio com recados duros aos adversários internos de sua protegida Graciela Nievov. Proforma, ela é atual presidente nacional do PTB.

O áudio gravado foi direcionado para Luiz Gustavo Cunha, advogado do PTB nacional. Mas a palestra de Jefferson vazou para grupos de WhasApp e… para o mundo externo.

Roberto Jefferson explica porque preteriu Cristiane Brasil, sua filha de sangue, em favor de Graciela. “Sempre me bati de frente com a Cristiane. Dois bicudos não se beijam.”

O presidente do PTB ainda destila homofobia que arrepia até o mais hétero dos héteros pelas expressões chulas. Ele ataca a política de gênero, faz comentários sobre “relação anal” mostrando conhecimento profundo do tema. Jefferson chama de “rede de esgoto” a relação anal.

Nessa guerra interna no PTB, o deputado Nivaldo Albuquerque (AL), líder do PTB na Câmara, encaminhou cópia desse áudio para a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, no âmbito do inquérito 4874. A tese é que, preso, Jefferson não poderia ter acesso a meios eletrônicos.

Ao final do áudio, Roberto Jefferson, recomendou ainda a expulsão do jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio, que, nessa disputa pelo PTB, se uniu a Cristiane Brasil.

Cristiane e Eustáquio, agora uma dupla, querem derrubar o velho Roberto Jefferson do comando nacional do PTB.

“Por muito menos o deputado Daniel Silveira (PSL) voltou para a prisão”, disse o Eustáquio, se referindo ao fato de o parlamentar deixar a tornozeleira eletrônica descarregar.

Roberto Jefferson corre risco de voltar para Bangu 8, segundo avaliação dos dois petebistas.

Oswaldo Eustáquio faz questão de ressaltar que é contrário à prisão de Jefferson e diz que o vazamento do áudio foi uma “irresponsabilidade” de quem o fez.

Ouça o áudio de Roberto Jefferson

Leia também
Briga interna no PTB pode inviabilizar filiação de Jair Bolsonaro, que segue sem partido

Ratinho Junior é vaiado durante comício de Bolsonaro em Maringá [vídeo]

Responsável pelo golpe contra Dilma, Aécio Neves atua no PSDB como assessor de imprensa de Eduardo Leite