BolsoLeite: Eduardo Leite assume que mantém secretários bolsonarista em seu governo no Rio Grande do Sul

BolsoLeite: governador gaúcho teve apoio de Bolsonaro na eleição de 2018

Na eleição de 2018, o então candidato ao governo do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), contou com o apoio do também candidato à presidência Jair Bolsonaro (na época no PSL). Formou-se então na política gaúcha a dobradinha “BolsoLeite”.

Pois bem, Leite disse domingo (17/10), em Santo André (SP), que o slogan adotado pelo governador paulista João Doria (PSDB), em 2018, o “BolsoDoria”, poderia voltar na disputa do ano que vem.

Para os correligionários do governador paulista, falta coerência política para o colega gaúcho.

Leite e Doria lutam nas prévias do PSDB pela direito de concorrer ao Palácio do Planalto em 2022.

Nessa eleição interna do próximo dia 21 de novembro, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, terceiro candidato no ninho, poderá apoiar Doria para candidato do PSDB a presidente da República na undécima hora.

Leia também

Aécio Neves é “esquecido” por Eduardo Leite em evento do PSDB de Minas [ouça]

A luta no PSDB é para Leite ser vice de Ciro, admite Tasso

Responsável pelo golpe contra Dilma, Aécio Neves atua no PSDB como assessor de imprensa de Eduardo Leite