Tasso admite à Folha que trabalha para Leite ser vice

A luta no PSDB é para Leite ser vice de Ciro, admite Tasso

o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) deixou escorregar numa entrevista na Folha de S.Paulo que seu protegido, o governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB), está sendo preparado para a vice na chapa do ex-ministro Ciro Gomes (PDT). A declaração ocorreu uma semana após o parlamentar cearense negar a “bruxaria eleitoral” nas vésperas das prévias presidenciais no ninho tucano.

“O nome do Leite é muito mais fácil de ser conversado com outros partidos””, confessou o senador cearense. Segundo Tasso, Eduardo Leite “estaria disposto a qualquer tipo de abertura”.

Trata-se de mais um sinal de que o time que apoia Leite não defenderá candidatura própria do PSDB. Além de Tasso, o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) é outro correligionário de Eduardo Leite que tem defendido que os tucanos não tenham candidato majoritário em 2022. Aécio tem atuado como assessor de imprensa do governador gaúcho junto a jornalões da velha mídia corporativa.

A proposta da vice vai na contramão de filiados ao PSDB de SP que entendem que o partido não pode ser transformado em linha acessória. A avaliação é que a declaração de Tasso é mais um aceno na direção de uma eventual composição a Ciro Gomes. No Ceará, Ciro e seu irmão Cid Gomes, são apoiados por Tasso.

Leia também

Fracassado como blogueiro, Datena pode tentar ser político, diz Kajuru

Sobre o perigo da censura nas redes sociais em nome do combate às fake news

Gasolina é vendida por nove reais o litro em Curitiba, a mais cara do País