William Bonner, do Jornal Nacional, se "engasga" ao falar sobre vitória de Lula no primeiro turno

William Bonner, do Jornal Nacional, se “engasga” ao falar sobre vitória de Lula no primeiro turno

O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, se “engasgou” ao falar da possibilidade de vitória de Lula já no primeiro turno em 2022.

Bonner reverberou nesta quarta (22/09) a nova pesquisa do Ipec com a intenção de voto para as eleições presidenciais de 2022. Depois do encerramento do Ibope Inteligência, ex-executivos criaram o Ipec. A empresa é liderada por Márcia Cavallari.

O apresentador do JN se “engasgou” ao dizer que o ex-presidente Lula estaria no limite da margem de erro para ganhar no primeiro turno neste cenário. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na margem de erro, Lula vence com 50% já no primeiro turno.

Na pesquisa, primeiro, o instituto considerou um cenário com dez candidatos.

William Bonner se “engasgou” porque Lula venceria no primeiro turno inclusive com o ex-juiz Sergio Moro, que, no levantamento, tem 5%.

Até as emas que habitam o Palácio da Alvorada sabem que Moro não será candidato porque o novo Código Eleitoral proíbe. O Congresso Nacional aprovou recentemente a quarentena de cinco anos para juízes, militares e membros do Ministério Público. O dispositivo está previsto no Projeto de Lei Complementar (PLP) 112/2021.

Nesta rodada, o Ipec considerou um cenário mais crível com apenas cinco candidatos.

  • Lula, 48%
  • Jair Bolsonaro, 23%
  • Ciro Gomes, 8%
  • João Doria, 3%
  • Luiz Henrique Mandetta, 3%

O Ipec fez 2.002 entrevistas, em 141 municípios, dos dias 16 a 20 de setembro.

Leia também

Lula agora está “on” no Linkedin, plataforma dedicada ao mundo do trabalho

Datafolha manda Lula encomendar terno novo para a posse; petista lidera pesquisa para presidente em 2022

Lula vence eleição no 1º turno no Ceará, diz Paraná Pesquisas