Véio da Havan debocha da CPI da Pandemia e diz que 'já comprou algemas' para depoimento na quarta

Véio da Havan debocha da CPI da Pandemia e diz que ‘já comprou algemas’ para depoimento na quarta

O Véio da Havan debocha da #CPIdaPandemia na véspera de seu depoimento a senadores.

O empresário Luciano Hang, dono das Lojas Havan, se antecipa e publica vídeo em que aparece de algemas.

Segundo o empresário catarinense, caso os senadores da comissão de investigação não aceitem o que ele vai falar, diz, “já comprei para não gastar dinheiro com algema, já comprei uma algema, vou entregar uma chave para cada senador. E que me prendam”.

“Gentileza gera gentileza, respeito gera respeito. Eu quero que eles façam as perguntas e eu tenha todo o tempo do mundo para responder”, afirma no vídeo.

Em tom de deboche, o Véio da Havan também afirma que irá depor de coração aberto e que reservou o dia para a CPI da Covid, por isso, pretende “ter todo o tempo do mundo” para responder aos questionamentos dos parlamentares. “Estou com a verdade do meu lado”, assegurou na legenda do vídeo.

O dono da Havan estuda aparecer na CPI da Pandemia, na quarta (29/09), fantasiado ou de super-herói ou de Zé Carioca.

Pré-candidato ao Senado pelo estado de Santa Catarina, a prisão do Véio da Havan seria uma das estratégias do empresário bolsonarista. Por isso a provocação aos senadores da comissão de inquérito.

Assista ao vídeo [reprodução]

Leia também

Os mil dias de Bolsonaro que aterrorizaram o Brasil

Luiz Inácio Lula da Silva vai a Brasília nesta segunda-feira pelo impeachment de Bolsonaro

Após perder na Alemanha, direita tenta manter último bastião no Brasil com Jair Bolsonaro