URGENTE: Alexandre de Moraes indefere revogação de prisão preventiva de Zé Trovão, que tem crise de choro

URGENTE: Alexandre de Moraes indefere revogação de prisão preventiva de Zé Trovão, que tem crise de choro

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, após ouvir a PRG, indeferiu nesta terça (21/09) o pedido de revogação da prisão de Zé Trovão, refugiado no México, depois das manifestações de 7 de Setembro.

Moraes trata o líder dos caminheiros como fugitivo da lei penal brasileira, pois, segundo o ministro, “além da fuga do distrito da culpa, há notícias de que MARCOS ANTÔNIO PEREIRA GOMES solicitou asilo político ao Governo do México, com nítido objetivo de burlar a aplicação da lei penal, o que indica, nos termos já assinalados, a necessidade de manutenção da decretação de sua prisão preventiva.”

“Diante do exposto, INDEFIRO o pedido de revogação da prisão preventiva”, decidiu o ministro Alexandre de Moraes.

Pela lógica de Zé Trovão, o magistrado supostamente descumpriu o “acordo” havido com o presidente Jair Bolsonaro e intermediado no dia 9 de setembro pelo ex-presidente Michel Temer (MDB).

Zé Trovão, que durante a semana ficou “nervoso” com a repercussão do caso, agora teve uma crise de choro. Ele foi amparado pelo companheiro e amigo de exílio Oswaldo Eustáquio.

Na prática, o ministro Alexandre de Moraes provou hoje que nunca houve o suposto acordo para libertar os apoiadores de Bolsonaro.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão de Alexandre de Moraes.

Assista o vídeo publicado por Zé Trovão antes do indeferimento