Sergio Moro é 'tudo ou nada' para a Presidência em 2022, dizem lavajatistas

Sergio Moro é ‘tudo ou nada’ para a Presidência em 2022, dizem lavajatistas

Saudosos dos tempos da Lava Jato, quando se cometia crimes em nome do combate de supostos crimes, apoiadores dizem que o ex-juiz Sergio Moro é ‘tudo ou nada’ para a Presidência da República em 2022.

Porta-voz do ex-juiz, o site de extrema direita “O Antagonista” jura que estão descartadas as possibilidades de candidatura de Moro a qualquer outro cargo que não seja à Presidência da República em 2022. Ou seja, o ex-magistrado se oferece ao papel de escadinha para a terceira via.

Segundo institutos de pesquisas, uma candidatura de Moro teria apenas o condão de ajudar no escore para o presidente Jair Bolsonaro chegar ao segundo turno. Hoje, a eleição seria resolvida a favor de Lula no 1º turno.

O Antagonista, inclusive, afirma que o Podemos –partido do senador Alvaro Dias (PODE-PR)– seria a agremiação ao qual Sergio Moro deve se filiar caso opte pela vida partidária.

Na prática, segundo o site de direita, Moro só aceita disputar a Presidência e só se for pelo Podemos.

Então tá.

Leia também
Arthur Lira é o “Zé Trovão” do bolsonarismo na Câmara

Luciano Hang, o Véio da Havan, depõe hoje na CPI da Pandemia; acompanhe ao vivo

Globo agora tenta Eduardo Leite como terceira via e vê “empate” nas prévias do PSDB com João Doria