Oswaldo Eustáquio, o "Che Guevara" da direita, se lançou como pré-candidato ao Senado pelo PTB no Paraná.

Oswaldo Eustáquio se lança como pré-candidato ao Senado e aposta em levante da direita no mundo [vídeo]

O jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio, o “Che Guevara” da direita, se lançou como pré-candidato ao Senado pelo PTB no Paraná. Ele foi entrevistado ao vivo pelo Blog do Esmael nesta terça-feira (14/09). Abaixo, o vídeo completo.

Eustáquio disse que está refugiado no México desde o dia 24 de agosto, de onde ele tenta organizar a direita na América Central. Segundo o bolsonarista, o objetivo é denunciar ao mundo os ataques do STF (Supremo Tribunal Federal) à liberdade de expressão.

Na entrevista, ele assegurou que defende a harmonia entre os poderes e que ninguém quer brigar –embora critique textualmente seu algoz, o ministro do STF Alexandre de Moraes. “Se quiséssemos invadir a corte teríamos feito”, disse. “Mas esse não era o objetivo”, garantiu.

Apesar de as pesquisas dizerem que Lula pode vencer no 1º turno a eleição de 2022, o apoiador do presidente acredita piamente que Jair Bolsonaro vence com 70% no primeiro turno.

Perguntado se ele toparia fazer um exame psiquiátrico para comprovar que não está “maluco”, Oswaldo Eustáquio disse que sim.

Segundo os bastidores da política, em Brasília, o presidente Bolsonaro fez acordo com STF para não ser candidato e, consequentemente, não ser preso e seus apoiadores serem soltos.

Em um dos momentos mais hilários da entrevista, o jornalista bolsonarista confirmou que entrou na Justiça para garantir oito aplicações de ozônio. No entanto, ele negou que as injeções tivessem ocorrida pela via retal. “Foi muito bom. Ajudou o couro cabeludo, cresceu minha barba…”

O “Che Guevara” da direita rechaçou a comparação com o líder da revolução cubana e atacou o ex-presidente Lula, os comunistas e a militância de esquerda. Desafiou blogs progressistas e os jornalões a terem mais influência que ele nas redes sociais.

Eustáquio jurou de pés juntos que não tem ajuda extra de robôs na internet, colocou à disposição seu perfil para perícia e disse que pode apoiar um projeto de regulamentação dos algoritmos no País. “Desde que ele conheça profundamente o texto”, ressalvou.

O jornalista de direita afirmou ainda que é pré-candidato ao Senado porque, de acordo com ele, Alvaro Dias (PODE) tem que se aposentar e abrir espaço para a nova geração.

Assista a íntegra da entrevista com Oswaldo Eustáquio:

Leia também

Resultado da enquete: Lula, 66,5%; Ciro, 29,7%; e Doria, 3,8%

Roberto Requião inicia ‘Caravana Pelo Paraná’ no final deste setembro

Pela 19ª vez, Justiça encerra inquérito contra Lula e deixa petista mais perto do Palácio do Planalto em 2022