ONU pode barrar discurso de presidente Jair Bolsonaro por não ter sido vacinado

ONU pode barrar discurso de presidente Jair Bolsonaro por não ter sido vacinado

Pode bater na trave a intenção de o presidente Jair Bolsonaro fazer o tradicional discurso na abertura da Assembleia Geral da ONU,em Nova York, Estados Unidos, porque o mandatário não tomou as doses de vacina contra o novo coronavírus.

Bolsonaro está inscrito para fazer o primeiro discurso na ONU esta terça-feira, dia 21 de setembro. No entanto, líderes mundiais se opõem à presença do presidente do Brasil no ambiente sem a devida imunização contra a doença.

O jornal britânico Independent cravou que Jair Bolsonaro, líder não vacinado do Brasil, desafiará as regras para reunião de cúpula da ONU em Nova York.

Ao tuitar a matéria, o escritor Paulo Coelho, mundialmente conhecido, defendeu que a ONU exija a vacinação da comitiva brasileira.

“Secretário-Geral Antonio Guterres, sei que não pode impedir a entrada de mandatários, mas seria uma vitória proibir a comitiva do presidente brasileiro de entrar”, disse o autor mais lido no mundo. “Não estão vacinados – mau exemplo hoje estampada em todos os jornais do mundo”, completou Paulo Coelho.

Ao vivo – discurso de Bolsonaro na ONU [vídeo]

Leia também

Sem vacina, Bolsonaro vira indigente nas ruas de Nova York

Segundo o Datafolha, 69% dos brasileiros dizem que Bolsonaro ferrou os mais pobres deste País

Google, “esse comunista”, homenageia os 100 anos de Paulo Freire