Lula oficializa o 'Lulinha Paz e Amor' nas eleições presidenciais de 2022 [vídeo]

Lula oficializa o ‘Lulinha Paz e Amor’ nas eleições presidenciais de 2022 [vídeo]

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva oficializou neste sábado (25/09) o ‘Lulinha Paz e Amor’ que irá presidir a disputa pela Presidência em 2022. Ele discurso para lideranças de movimentos de periferia em São Paulo [vídeo abaixo].

Segundo seu próprio testemunho, Lula disse que nos anos 80 ele adorava subir no palanque e me esgoelar: “Vamos fazer reforma agrária ampla e radical!”.

“Um dia uma senhorinha me falou: ‘Ô Lula, por que você tá nervoso?! Você me assustou'”.

“E daí entendi que precisava falar de outra forma, porque se não o povo não ia me entender”, disse Lula, indicando que adotará o tom Lulinha Paz e Amor que o consagrou na primeira eleição em 2002. Na época, o marqueteiro era Duda Mendonça, morto em agosto.

Lula afirmou que o PT não vai ganhar voto xingando as pessoas. “O que a gente falar tem que bater na cabeça e no coração e a pessoa pensar: ‘pô, é isso aí mesmo!'”

O ex-presidente pediu para que seus seguidores convençam as pessoas que não basta votar para presidente, que têm que votar em deputados progressistas. “E a juventude, todo mundo que tem mais de 16 anos, tem que tirar o título pra votar”, recomendou, relançando a campanha “Se Liga 16“.

“Rico vota em rico. Ele tá defendendo sua classe. Agora, como é que a gente constrói uma maioria de negros no Congresso? A gente precisa aprender a se comunicar. Daqui pra frente toda vez que a gente for abrir nossa boca tem que ser convencer as pessoas das nossas ideias”, disse.

Lula afirmou que a terceira via pode prometer o que quiser, no entanto, ele não pode fazer isso porque ele já faz e pode fazer muito mais.

“É bom que vocês saibam que só tem uma razão pra eu voltar a ser candidato a presidência da República. É a crença que eu tenho de que nós podemos recuperar aquilo que já fizemos e fazer muito mais.”

Assista a íntegra do discurso de Lula:

Leia também
Luiz Inácio Lula da Silva vai a Brasília segunda-feira pelo impeachment de Bolsonaro

Bolsonaro ganha ‘banho e tosa’ na capa da revista Veja após naufrágio da terceira via

Deu no Jornal Nacional: Véio da Havan financiou fake news sobre pandemia com ajuda de Eduardo Bolsonaro