Ao vivo: CPI realiza hoje sessão de "aquecimento" para depoimento do Véio da Havan

Ao vivo: CPI realiza hoje sessão de “aquecimento” para depoimento do Véio da Havan

Daqui a pouco, a partir das 10h, a CPI da Pandemia ouvirá a advogada Bruna Morato, representante dos médicos que trabalharam na Prevent Senior e elaboraram um dossiê entregue à comissão com diversas denúncias sobre o tratamento da empresa aos pacientes com covid-19, inclusive com a alteração de prontuários. A sessão ganha importância porque ela [reunião] é o “aquecimento” para o depoimento do empresário Luciano Hang, o Véio da Havan, que sentará no mesmo banco de interrogação amanhã, quarta, dia 29 de setembro. O Blog do Esmael transmite ao vivo para o Brasil e o mundo ambas as reuniões.

Assistir ao vivo CPI da Covid

O requerimento de convocação de Morato foi apresentado pelo senador Humberto Costa (PT-PE). Nos últimos dias, a CPI tem se dedicado a mais uma linha de investigação: eles apuram, a partir do dossiê dos médicos, se a operadora usou indiscriminadamente em pacientes da rede remédios sem eficácia comprovada pela ciência, como a hidroxicloroquina. Eles ainda apuram se a Prevent Senior realizou experimentos com pacientes sem autorização das famílias e da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e se esses estudos teriam sido usados pelo Ministério da Saúde por meio do “gabinete paralelo”.

Na última quarta-feira (22/09), quando a CPI ouviu o diretor-executivo da operadora Pedro Benedito Batista Jr, senadores denunciaram que relatos e mensagens apresentados por médicos que trabalharam na empresa de saúde indicam que a Prevent Senior alterava atestados de óbitos para ocultar a morte de pacientes por covid-19. Eles também afirmaram que o dossiê apontava para indícios de que os médicos da rede seriam orientados a fraudar os prontuários, alterando a CID (Classificação Internacional de Doença) dos pacientes que deram entrada com covid-19 e colocando no lugar qualquer outra doença.

Em seu depoimento, Batista Jr. chegou a admitir alteração da CID em prontuários médicos, mas negou as acusações contidas no dossiê, que classiicou de “fraudulento”. Os senadores querem agora esclarecer os detalhes do documento junto a representante dos médicos e confrontar os dados.

“Terça-feira nós vamos ter aqui a advogada do grupo dos médicos da Prevent Senior que fizeram aquela denúncia. Ela deve vir acompanhada de algum dos médicos. Nós vamos poder confrontar tudo aquilo que foi dito pelo diretor-executivo da Prevent Senior que, inclusive, tentou colocar toda a responsabilidade do que aconteceu nas costas dos profissionais médicos”, disse Humberto Costa durante entrevista à Agência Senado.

Véio da Havan estuda comparecer fantasiado de super-herói na CPI da Pandemia

O empresário Luciano Hang, dono das Lojas Havan, conhecido com Véio da Havan, se antecipou e publicou vídeo em que aparece de algemas.

Segundo o empresário catarinense, caso os senadores da comissão de investigação não aceitem o que ele vai falar, diz, “já comprei para não gastar dinheiro com algema, já comprei uma algema, vou entregar uma chave para cada senador. E que me prendam”.

“Gentileza gera gentileza, respeito gera respeito. Eu quero que eles façam as perguntas e eu tenha todo o tempo do mundo para responder”, afirmou no vídeo.

Em tom de deboche, o Véio da Havan também afirmou que irá depor de coração aberto e que reservou o dia para a CPI da Covid, por isso, pretende “ter todo o tempo do mundo” para responder aos questionamentos dos parlamentares. “Estou com a verdade do meu lado”, assegurou na legenda do vídeo.

O dono da Havan estuda aparecer na CPI da Pandemia, na quarta (29/09), fantasiado ou de super-herói ou de Zé Carioca.

Pré-candidato ao Senado pelo estado de Santa Catarina, a prisão do Véio da Havan seria uma das estratégias do empresário bolsonarista. Por isso a provocação aos senadores da comissão de inquérito.

O relator da CPI, senador Renan Calheiros, reagiu à provação do Véio da Havan:

“Luciano Hang ensaia pastelão para encenar na CPI. Não adianta; só houve um Joaquin Phoenix no papel do Coringa e não há como imitá-lo. Terá que comparecer quarta-feira, dentro das regras do Senado, e responder pelos crimes de que é acusado. Ali não é picadeiro.”

Leia também

Véio da Havan debocha da CPI da Pandemia e diz que ‘já comprou algemas’ para depoimento na quarta

Véio da Havan estuda comparecer fantasiado de super-herói na CPI da Covid

Deu no Jornal Nacional: Véio da Havan financiou fake news sobre pandemia com ajuda de Eduardo Bolsonaro