Anvisa põe Bolsonaro e comitiva que visitou NY em quarentena; veja quem ficará 14 dias em isolamento

Anvisa põe Bolsonaro e comitiva que visitou NY em quarentena; veja quem ficará 14 dias em isolamento

O presidente Jair Bolsonaro e a comitiva que o acompanhou em Nova York receberam a recomendação de permanecer em quarentena. A princípio, o mandatário vai cumprir a determinação realizando agendas virtuais. A primeira atividade será hoje, das 16h às 16h30, com o subchefe para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência, Pedro Cesar Sousa. O encontro desde o Palácio da Alvorada ocorrerá por videoconferência. Antes, da orientação da Anvisa, havia previsão de ser presencial no Palácio do Planalto.

A quarentena à comitiva que visitou NY, na abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU, se deu após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, receber diagnóstico positivo para Covid-19. Ele permaneceu isolado nos Estados Unidos.

“Comunico a todos que hoje testei positivo para #Covid19. Ficarei em quarentena nos #EUA, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária. Enquanto isso, o
@minsaude seguirá firme nas ações de enfrentamento à pandemia no Brasil. Vamos vencer esse”, anunciou ontem (21/09) pelo Twitter Marcelo Queiroga.

A Anvisa orientou que a comitiva presidencial, que teve contato com Queiroga, fique 14 dias em quarentena, isto é, em isolamento no Brasil.

O séquito de Bolsonaro em NY era composto pelas seguintes autoridades:

  • Marcelo Queiroga (Saúde);
  • Joaquim Leite (Meio Ambiente);
  • Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência);
  • Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública);
  • Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional); e
  • Flávio Rocha (secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, Flávio Rocha).

As autoridades sanitárias brasileiras, da Anvisa, notificaram o governo federal da necessidade de cumprir a quarentena de 14 dias. O documento foi encaminha à Casa Civil, que repassou a ordem para Bolsonaro e os demais membros da comitiva presidencial que visitou Nova York.

Leia também

Após insultar manifestantes com uma dedada, Queiroga recebe diagnóstico de Covid em Nova York

Ciro Gomes: ‘o problema da pandemia é o guarda da esquina’

Lewandowski autoriza vacinação de jovens e adolescentes por estados, municípios e Distrito Federal

Deu no New York Times: Não vacinado e desafiador, Bolsonaro recua contra as críticas no discurso da ONU