Gleisi Hoffmann pede que STF e TSE afastem o presidente Jair Bolsonaro

URGENTE: Gleisi Hoffmann pede que STF e TSE afastem o presidente Jair Bolsonaro

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), pediu nesta segunda-feira (02/08) que o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) falem mais grosso com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acerca das ameaças à democracia e ao voto popular. Explicitamente, ela pediu que as duas cortes afastem o inquilino do Palácio do Planalto.

“Logo após fala de Fux, Bolsonaro volta a atacar sistema eleitoral. Defesa das urnas eletrônicas e da democracia é necessária, mas contra Bolsonaro é preciso um pouco mais”, disse a dirigente petista. Gleisi afirmou ainda que as instituições precisam agir contra qualquer ameaça porque, segundo ela, “o genocida não tem freios e precisa ser afastado do cargo”.

O presidente do STF, Luiz Fux, afirmou hoje que “a democracia nos liberta do obscurantismo, da intolerância e da inverdade”. O ministro afirmou ainda que “permanecemos atentos aos ataques de inverdades à honra dos cidadão”.

Bolsonaro, por sua vez, a apoiadores, disse que o presidente do TSE, Luiz Roberto Barroso, “defende um monte de coisa que não presta e se acha o máximo”. Na mesma conversa, ele também atacou o ex-prefeito Bruno Covas (PSDB), morto em maio. “O outro, que morreu, fecha São Paulo e vai ver Palmeiras x Santos no Maracanã”.

Leia também
Ex-presidentes do TSE fazem frente única contra ameaças de Bolsonaro; só falta Barroso agir

O Fiasco na manifestação do voto impresso e a falsa polêmica de Bolsonaro

Sem voto e sem partido, Bolsonaro culpa ‘urnas eletrônicas’ por virtual derrota em 2022

“Momentos de crise nos convidam a fortalecer e não deslegitimar a confiança da sociedade nas instituições”, continuou Fux, sem apertar o garrote do presidente.

Ameno, o presidente do Supremo falou que a sociedade não espera de magistrados comportamento que é próprio e típico dos atores políticos. “O bom juiz tem como predicados a prudência de ânimos e o silêncio na língua […] Sabe o seu lugar de fala e seu vocabulário próprio”.

Diante desses ataques de Bolsonaro contra a democracia e a demora do STF e do TSE para responder à altura, os petistas se comparam ao atual mandatário.

“Esse [Lula] sabe perder e sabe ganhar. Perdeu 4 eleições e foi pra casa lamber suas feridas. Voltou mais forte e foi eleito presidente da República por dois mandatos. Fica o exemplo, Jair Bolsonaro. O povo tá cansado do seu mimimi…”, publicou o perfil do ex-presidente Lula nas redes sociais.