Empresário Airton Cascavel era considerado o ministro da Saúde "de fato" na gestão Eduardo Pazuello. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ao vivo: CPI da Pandemia ouve Airton Cascavel, o ministro “de fato” da Saúde

A CPI da Pandemia ouve nesta quinta-feira (05/08) o ex-assessor do Ministério da Saúde Airton Antonio Soligo, conhecido como Airton Cascavel. Requerimento de convocação da CPI informa que gestores estaduais e municipais de Saúde consideravam Soligo o ministro “de fato”.

Informalmente, Cascavel vinha se reunindo com governadores e secretários estaduais e municipais de saúde em nome do ministério para tratar de temas relacionados à pandemia do novo coronavírus.

Airton Cascavel foi nomeado como assessor especial no gabinete de Pazuello no dia 23 de junho de 2020, depois de longo tempo sem vínculo formal no governo.

“Durante a gestão Pazuello, da qual o senhor Airton Antonio Soligo teve papel preponderante, o Brasil presenciou o colapso dos sistemas de saúde pelo país”, disse o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do requerimento de convocação do “ministro de fato” da Saúde que resolvia muitas das questões burocráticas e logísticas do Ministério.

CPI da Covid ao vivo