Ministro da Educação volta hoje à Câmara para explicar cortes orçamentários

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados volta a ouvir na manhã de hoje (7) o ministro da área, Milton Ribeiro.

A pedido do deputado Danilo Cabral (PSB-PE), o ministro deve explicar os impactos do veto de R$ 2,2 bilhões e do bloqueio de R$ 2,7 bilhões do orçamento previsto para educação.

LEIA TAMBÉM
Ao vivo: A CPI hoje ouve ex-diretor do Ministério da Saúde acusado de pedir propina

Brasil liderou missão de paz da ONU no Haiti por 13 anos

Câmara aprova projeto que autoriza governo quebrar patente para produzir vacinas

Cabral cita reportagem do jornal Estado de S. Paulo segundo a qual Ribeiro enviou um documento ao ministro da Economia, Paulo Guedes, admitindo que os cortes no orçamento da Educação ameaçam a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o funcionamento regular das universidades federais e, até mesmo, a continuidade do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). “Trata-se seguramente da mais grave crise de financiamento dos últimos vinte anos”, afirmou Danilo Cabral.

Discussão retomada
A audiência com Ribeiro dá continuidade ao debate feito no último dia 9 na comissão. Na ocasião, o ministro foi criticado por ter colocado como problema orçamentário a destinação de R$ 3,5 bilhões para levar internet gratuita a estudantes de baixa renda e a professores da rede pública de ensino.

As informações são da Agência Câmara