Flávio Dino e Lula se encontraram em Brasília

Lula pode sofrer atentado nas eleições de 2022, alerta Flávio Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), alertou o ex-presidente Lula de que ele poderá ser alvo de atentado nas eleições de 2022. Na avaliação do mandatário socialista, a disputa presidencial do ano que vem será marcada por atos de violência.

O site Metrópoles, parceiro do Blog do Esmael, relata que Dino avisou: cuide-se, Lula, para não ser alvo de um atentado.

Segundo matéria na página brasiliense, cresceu muito o número de pessoas portando armas de fogo em virtude da flexibilização das regras.

“Concordo com Flavio Dino. Lula corre risco de vida, principalmente depois da sua entrevista ao Jornal da China. Entrevista clara e dura”, disse Roberto Requião (MDB), pré-candidato ao governo do Paraná. A entrevista citada pelo emedebista está disponível logo abaixo [vídeo].

Leia também

As pesquisas de opinião apontam para uma vitória de Luiz Inácio Lula da Silva no primeiro turno, enquanto derrete a popularidade do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a coluna de Ricardo Noblat, no Metrópoles, conselheiros do ex-presidente também estariam recomendando à Lula uma exposição física mínima durante uma eventual campanha eleitoral. A expectativa é que o petista dedique maior parte do tempo à gravação de programas de rádio e TV e aos debates políticos, além de ações nas redes sociais.

O Brasil registrou 1,151 milhão de armas nas mãos de civis, segundo um levantamento realizado pelos Institutos Igarapé e Sou da Paz em parceria com o jornal O Globo. O número representa a um aumento de 65% durante o Governo Bolsonaro. Em 2018, eram 697 mil armas na posse de civis.

Assista à entrevista de Lula ao jornal Chinês: