fora bolsonaro

Tite e jogadores cogitam ação pelo ‘Fora Bolsonaro’ na abertura da Copa América

Na abertura da Copa América, no próximo domingo (13/6), durante o jogo Brasil x Venezuela, jogadores e o técnico Tite cogitam uma ação pelo ‘Fora Bolsonaro’ –o que deixa o clima tenso nas vésperas da partida.

Bolsonaro arrastou a política para dentro do campo quando, no fim de semana, pediu a demissão de Tite e sua substituição pelo técnico Renato Gaúcho.

A temperatura também subiu bastante nas redes sociais, que pejorativamente dizem que Tite virou ‘Titsky’–chamando o técnico de “comunista”– e o atacante Neymar virou “NeyMarx”. Não se sabe, porém, se Tite sabe quem foi Leon Trotsky ou se Neymar faz ideia de quem foi Karl Marx.

Nesse ínterim, o presidente da CBF Rogério Caboclo foi afastado e coronel Nunes assumiu interinamente a entidade futebolística.

Comissão técnica e jogadores da Seleção Brasileira, sobretudo os que atuam no futebol internacional, mesmo contrariados, decidiram participar da competição da Conmebol –desde que o comando continuasse com o “comunista” Tite.

O jogo Brasil x Venezuela, às 18h, além da confusão em campo, também haverá manifestações extracampo, ou seja, o movimento ‘Não Vai Ter Copa’ promete sacudir o entorno do estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Some-se a Bolsonaro, ao vírus, à disputa jurídica, tem também a guerra da Globo com o SBT, de Silvio Santos, que tem o direito de transmissão da Copa América no Brasil.