requião plural e suprapartidário

Requião vai disputar o governo do Paraná por uma frente ‘plural’ e ‘suprapartidária’, diz Requião Filho

O deputado Requião Filho (MDB) disse ao Blog do Esmael, nesta quarta-feira (2/6), que seu pai —Roberto Requião— vai disputar o governo do Paraná, em 2022, por uma frente ‘plural’ e ‘suprapartidária’.

Requião Filho destacou na entrevista que ele e seu pai podem deixar o MDB, mas que isso não interromperá o movimento suprapartidário para enfrentar o governador Ratinho Junior (PSD) no Paraná e o presidente Jair Bolsonaro no plano nacional.

“O Ratinho nem tem o PSD, que vai apoiar Lula. Ele está vendendo terreno na Lua ao cooptar o MDB”, ironizou o parlamentar, que confirmou a consulta de outros partidos para o desembarque do clã.

Em enquete no Blog do Esmael, 50% dos votantes sugerem que Requião ingresse no PT; 19% no PDT; 10% pedem para que o pré-candidato ao governo do Paraná continue no MDB. Ao menos dez agremiações ofereceram a sigla para o ainda emedebista disputar o Palácio Iguaçu no ano que vem.

“O partido pelo qual Requião vai concorrer [ao governo do Paraná] tem pouca importância na atual conjuntura”, avaliou o deputado Requião Filho. “O importante é que há um consenso plural e suprapartidário em cima de ideias, projetos e programas para recuperar o Estado”, disse.

Requião Filho criticou na entrevista o comportamento do governador Ratinho Junior acerca da questão dos pedágios e o aumento das tarifas de água e luz na pandemia. De acordo com o parlamentar, o inquilino do Palácio Iguaçu pouco ou nada fez para ajudar o micro e pequeno empresário nesse período especial.

Assistir a íntegra da entrevista [vídeo]