paulo guedes e bolsonaro querram o Brasil

Isso o Bolsonaro não mostra: pedidos de recuperação judicial e falência crescem mais de 50% em maio

O Serasa Experian, empresa de análise de crédito e de proteção ao capitalismo, afirma que no mês de maio deste ano os pedidos de recuperação judicial e falência crescem mais de 50%. Uma temeridade, portanto, que o presidente Jair Bolsonaro não mostra nem a velha mídia corporativa faz questão de mostrar.

Os números revelam a tragédia econômica em curso sob a égide do ministro Paulo Guedes, blindado pelos jornalões, que também sustentam e protegem o governo Bolsonaro.

Em perspectiva, ao colecionar falências e fechamentos de empresas, o Brasil segue trocando empregos e empreendimentos qualificados –com altos valores agregados– por subempregos e pejotização da mão de obra. Seria como se o País trocasse Ferraris por carroças do início do século XX, qual seja, uma volta ao passado, ao pré-capitalismo, à pré-industrialização.

Leia também

A burguesia paulista ao insistir nesse modelo neoliberal prepara uma bomba de efeito retardado, que pode explodir logo depois das eleições presidenciais de 2022. Os efeitos disso podem ser uma tragédia social ainda maior.

No mês de maio foram registrados 92 pedidos de recuperação judicial, uma alta de 48,4% na comparação com abril, quando foram registradas 62 solicitações. Já os pedidos de falência tiveram um salto de 58,5% frente ao mês anterior. Foram 103 em abril, contra 65 em abril.

A quebradeira atinge micro e pequena empresa do setor de serviços, diz o levantamento do Serasa.

Isso tudo, Bolsonaro nem a Globo mostram.