joe biden e boris johnson

Haddad: ‘G7 considera Bolsonaro um pária e ninguém quer proximidade’

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), pelo Twitter, disse que o presidente Jair Bolsonaro é um “pária” que, segundo o petista, “ninguém quer proximidade”.

O comentário de Haddad se deu com a notícia de que o G7 –o grupo dos sete países mais ricos do mundo– convidou aliados para cúpula no Reino Unido, no entanto, “Ele Não”. Ou seja, o presidente Jair Bolsonaro não foi lembrado.

“O PÁRIA de quem ninguém quer proximidade”, registrou Fernando Haddad, pré-candidato ao governo de São Paulo.

O G7, grupo das economias mais desenvolvidas do mundo, é formado pelos seguintes países: Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos. Apesar de ser restrito, o clube costuma convidar nações em desenvolvimento de acordo com sua importância política e estratégica.

Leia também

Nessa edição sediada no Reino Unido, cujo anfitrião é o primeiro-ministro Boris Johnson, Índia, Coreia do Sul e Austrália foram convidados.

O presidente Jair Bolsonaro esperava ser convidado para o encontro na terra da Rainha Elizabete II e seu corpo diplomático almejava se aproximar dos mais ricos, mas ninguém quer proximidade com um “pária”, segundo observou Haddad.

Há dois dois anos, na França, o presidente Emmanuel Macron também havia deixado Bolsonaro de fora do encontro em Paris “por motivos óbvios”. O mandatário brasileiro foi desrespeitoso com a primeira-dama quando o mundo discutia a destruição da floresta Amazônica pelo fogo.

Fernando Haddad, ao cravar “pária”, apenas interpreta como o mundo enxerga Jair Bolsonaro e por isso todos querem distância sanitária do presidente brasileiro.