banco do brasil sede brasília

Concurso no Banco do Brasil vira “bala de prata” para desempregados

O Brasil ganhou o status no governo de Jair Bolsonaro de país do desemprego. Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), somos a nação com o maior número de desocupados no planeta. Um horror, portanto.

A possibilidade de um concurso público vira a “bala de prata” para milhões de brasileiros desempregados — ou trabalhadores que estão no mercado de trabalho, mas que buscam uma estabilidade maior nesses tempos de precarização da mão de obra.

Dito isso, o Banco do Brasil abriu o edital de concurso com 2.240 vagas — sendo outras 2.240 de cadastro reserva — para escriturário. O edital de abertura de seleção (veja aqui) foi divulgado hoje pelo banco e a Fundação Cesgranrio.

A remuneração inicial das vagas é de R$ 3.022,37 para as jornadas de 30 horas semanais, com benefícios como vale-refeição/alimentação de R$ 831,16 ao mês, vale-transporte, auxílio-creche e previdência complementar.

Leia também

Sobre a inscrição

As inscrições podem ser feitas a partir de hoje até o dia 28 de julho e têm o custo de R$ 38,00. Os interessados em pedir isenção de taxa podem fazer a solicitação pela internet até o dia 1º de julho às 23h59 (horário de Brasília).

A prova será realizada no dia 26 de setembro e irá seguir os protocolos de prevenção contra a covid-19.

Segundo o edital, os interessados precisam ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação e pelo menos 18 anos completos até a data da contratação.

Ao todo serão 2 mil vagas para escriturário — agente comercial, com atuação nas unidades de negócios — e outras 240 vagas de escriturário — agente de tecnologia, com foco em conhecimentos na área de Tecnologia da Informação.

Sobre os cargos no BB

O cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado. Para este concurso, os candidatos podem concorrer para Agente Comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para Agente de Tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

Além da remuneração inicial de R$ 3.022,37 para as jornadas de 30 horas semanais, com benefícios como vale-refeição/alimentação de R$ 831,16 ao mês, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, previdência complementar, entre outros, o Banco do Brasil oferece bolsas de idiomas, incentivos para graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado e doutorado para os colaboradores.

O Banco do Brasil quer atrair novos talentos e o tempo para a realização da inscrição foi expandido em razão da pandemia da covid-19.

Sobre as Provas

As provas terão 25 questões de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro) e 45 perguntas de Conhecimentos Específicos, variando de acordo com a vaga de interesse:

Conhecimentos Específicos para agente de Tecnologia: Probabilidade e Estatística, Conhecimentos Bancários e Tecnologia da Informação;

Conhecimentos Específicos para agente Comercial: Matemática Financeira, Conhecimentos Bancários, Negociação e Vendas e Conhecimentos de Informática.

As vagas ofertadas abrangem todos os estados e o Distrito Federal. No ato da inscrição, o interessado precisará escolher a UF (Unidade Federativa)/Macrorregião/Microrregião e a cidade em que deseja realizar as provas.