Bolsonaro e Nise Yamaguchi

Bolsonaro sai em defesa de Nise Yamaguchi: ‘sofreu ataque covarde na CPI da Covid’

O presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa da cloroquina e da médica Nise Yamaguchi, que, na CPI da Covid, foi desconstruída pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), que é médico, durante o depoimento de 1º/6.

“Minha solidariedade à Dra Nise, médica e cientista com extenso currículo, que participou de um verdadeiro tribunal de exceção. É inadmissível que profissionais de saúde sejam tratados de forma tão covarde!”, escreveu no Twitter o presidente da República nesta quarta-feira (2/6).

Bolsonaro repete os mesmos argumentos Nise, sobre “demonização” da cloroquina, já surrados ontem na comissão de inquérito.

Leia também

“É preciso respeitar a autoridade e a autonomia médica. Médicos devem ter liberdade para salvar vidas e isso vem sendo ameaçado por um grupo político que atua visando somente atacar o Governo enquanto nega investigar desvios de recursos para o combate à pandemia”, disse o presidente.

“Tentar demonizar o tratamento precoce e as pessoas que o defendem é muito sério e grave. E a gente deve se levantar para defender nossa honra. O que existe é tentativa de destruição de tratamento que tem salvado vidas. Quando os senhores receberem as informações técnicas sem vieses, terão outra visão”, declarou na CPI Nise Yamaguchi.

Moral da história: Jair Bolsonaro completa Nise Yamaguchi, e vice-versa, que nem feijão com arroz.

Crendiospai!