joao amoedo

Amoêdo, do NOVO, desiste de disputar a Presidência em 2022

  • João Amoêdo desistiu de concorrer à Presidência, depois de os eleitores desistirem dele

Na verdade, foram os eleitores que desistiram do banqueiro João Amoêdo. O pré-candidato pelo NOVO tinha “zero” de intenção de votos dentro da margem de erro nas pesquisas de opinião.

Amoêdo publicou uma nota anunciando que “afrouxou a tanga” na disputa porque lhe faltam os votos. É claro, ele não assumiu publicamente que não tem votos.

Deus escreve certo por linhas tortas porque, em 2022, teremos um banqueiro a menos na corrida presidencial.

Nas redes sociais, os bolsonaristas acusam Amoêdo de “comunista” e de estar a serviço da candidatura do ex-presidente Lula, o que é uma blasfêmia.

Leia abaixo a íntegra do comunicado de João Amoêdo, anunciando que jogou a tolha.

Leia também

“Após avaliar os acontecimentos subsequentes ao anúncio da minha candidatura em 01/06 decidi declinar ao convite anteriormente recebido.

Na minha avaliação, a ausência de um posicionamento transparente, firme e célere da instituição, neste processo, demonstrou a falta de unidade do NOVO quanto ao propósito para 2022.

Muito me orgulharia representar o NOVO nesse momento tão importante para o nosso país, mas não há como iniciar essa dura caminhada sem a condição por mim citada quando da aceitação desse convite mas aceito essa tarefa confiando que trabalharemos como um time, com resiliência, alinhamento, humildade e coerência, dentro dos princípios, valores e propósitos que justificaram a fundação do NOVO.

Continuarei trabalhando na construção de um País melhor para todos.

Mais que nunca precisamos de lideranças como você, amigo. Sigamos juntos na construção de um projeto para um Brasil livre de corrupção e de privilégios.”