bolsonaro ratinho greca cida borghetti ricardo barros

Mulher do líder do governo assume cargo na Itaipu Binacional

  • Ex-governadora Cida Borghetti é a nova conselheira da Itaipu
  • Ela vai ocupar a vaga do ex-ministro Carlos Marun. A troca foi publicada no DOU desta quinta-feira (6/5).

A ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP) foi nomeada pelo presidente Jair Bolsonaro para o Conselho de Administração da Itaipu Binacional. Ela terá mandato até 16 de maio de 2024 e vai ocupar a vaga do ex-ministro Carlos Marun (MDB-MS), que foi exonerado. A troca foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (6/5).

Cida é mulher do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), que lidera a tropa de choque do Centrão na aprovação de matérias antipovo e antinação na Casa.

Leia também

Cida Borghetti assumiu o cargo de governadora do Paraná em abril de 2018, quando o então governador Beto Richa (PSDB) renunciou para disputar uma vaga no Senado. Cida era vice-governadora, governou o estado por nove meses e disputou a reeleição, que acabou perdendo para o atual governador Ratinho Júnior (PSD).

Carlos Marun foi ministro-chefe da Secretaria de Governo do ex-presidente Michel Temer (MDB). Esta semana ele foi nomeado assessor de gabinete parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul.

Essa é a terceira mudança no Conselho em menos de dez dias. Em 28 de abril, Rodrigo Limp, presidente da Eletrobras, assumiu no lugar de Wilson Ferreira Júnior. No dia 30 de abril, Bolsonaro exonerou Otávio Brandelli da função de representante do Ministério das Relações Exteriores do Brasil (MRE) no Conselho e ele foi substituído por Carlos Alberto Franco França.

Sobre Cida Borguethi

A ex-governadora Cida Borghetti foi deputada estadual por dois mandatos (2003/2010) e deputada federal (2011/2014). Ela chefiou o Escritório de Representação do Paraná em Brasília (governo Jaime Lerner).

Cida, assim como seu marido Ricardo Barros, tem a base eleitoral na região de Maringá, Noroeste do Paraná.