outdoor genocidio bolsonaro

Gleisi pede a prisão de Bolsonaro

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), pediu a prisão do presidente Jair Bolsonaro.

“É sair do governo direto pra prisão!”, publicou a dirigente petista em suas redes sociais.

Para Gleisi, a CPI da Covid já pode fechar relatório responsabilizando Bolsonaro. “Não só demorou como não quis comprar vacinas pra proteger o povo por pura ideologia nefasta.”

A presidenta do PT avaliou o depoimento de Dimas Covas, do Instituto Butantan, como “pá de cal” porque –segundo ela– mostrou que houve dolo por parte do genocida [Jair Bolsonaro].

Dimas Covas, do Butantan, disse na comissão de inquérito que foram ignoradas 60 milhões de vacinas em 2020. Ou seja, o Brasil já poderia ter vacinado 100% da população.

Leia também

“Primeiras doses ficaram prontas em novembro. Decisão de Bolsonaro de não ter vacina foi deliberada, é fato e configura crime contra a saúde pública”, disse a petista.

O Brasil é 63º no ranking global de vacinação e pouco mais de 10% da população recebeu a segunda dose do imunizante.

De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o País perdeu 456.674 vidas e acumula 16.342.162 casos de infecção.