bolsonaro e lula

Em perigo, Bolsonaro admite até debater com Lula em 2022

O presidente Jair Bolsonaro só pensa naquilo: a reeleição.

Atrás nas pesquisas, o mandatário disse a correligionários que começou a travar debates imaginários contra o ex-presidente Lula com vistas às eleições de 2022.

De frente ao espelho, no Palácio da Alvorada, o presidente simula confrontos verbais contra o petista.

No gramado da residência oficial, entre capivaras e emas, Bolsonaro ainda treina com pedras na boca para melhorar a dicção. Tal técnica foi usada por Demóstenes, 350 a.c., para superar uma gagueira e se transformar no maior orador da Grécia Antiga.

Leia também

Embora esteja no aquecimento, para melhorar a retórica, o conteúdo será a baixaria de sempre e frases de efeitos contra Lula.

Bolsonaro fugiu dos debates na eleição de 2018 quando ele percebeu uma vantagem –após comoção com a facada– e sentiu-se inseguro de participar dos confrontos televisivos. Agora, atrás nas pesquisas, o inquilino do Palácio do Iguaçu quer duelar com o candidato do PT.

Antes de debater com Lula, Bolsonaro terá dois sérios problemas para resolver: 1- se filiar em um partido e 2-chegar o segundo turno.