collor e bolsonaro

Bolsonaro xinga Renan de “vagabundo” em evento público no estado de Alagoas

Tal pai, tal filho. O presidente Jair Bolsonaro liderou nesta quinta (13/5) ataque ao senador Renan Calheiros (MDB-AL) dizendo que o que acontece na CPI ‘é um crime’ e repetiu a ofensa de seu filho, senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), ao se referir a Renan como ‘vagabundo inquirindo pessoas de bem’.

“Se Jesus teve um traidor, temos um vagabundo inquirindo pessoas de bem no país. É um crime o que vem acontecendo com essa CPI. Mas o que interessa são as boas ações”, atacou o presidente.

A ordem do Palácio do Planalto é desacreditar o senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, que investiga quase 500 mil mortes na pandemia e omissões do governo no enfrentamento do vírus.

Leia também

Bolsonaro está em Alagoas, base política de Renan Calheiros, onde inaugura obras do Programa Casa Verde e Amarela, um viaduto entre a BR-316 e a BR-104 e trecho IV do Canal do Sertão.

Segundo os petistas e o governador do estado, Renan Filho (MDB), Bolsonaro está inaugurando obras que foram projetadas e tiveram a maior parte das execuções em governos anteriores.

Apesar de uma animada claque, adestrada para atacar Renan, o presidente Jair Bolsonaro também foi alvo de protesto organizado por movimentos sociais e estudantis. Eles atearam fogo a pneus e pedaços de madeira na manifestação contra o inquilino do Palácio do Planato.

Abaixo, veja o xingamento a Renan: