Bolsonaro nega orçamento secreto para compra de parlamentares

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou hoje (11) a existência de um orçamento secreto para compra de parlamentares no Congresso Nacional.

“Todo dia [apanho]. Faço um churrasco aqui, apanho. Inventaram que eu tenho um orçamento secreto agora. Tenho um reservatório de leite condensado ali, 3 milhões de latas. Pode ver, isso é sinal que não têm o que falar. Como o Orçamento foi aprovado, discutido durante meses e agora apareceu R$ 3 bilhões? Só os canalhas do Estado de São Paulo para escreverem isso”, disse Bolsonaro a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

LEIA TAMBÉM
Em live, artistas lançam manifesto pelo impeachment de Bolsonaro

Forças Armadas perderam força na opinião pública, segundo a Paraná Pesquisas

Abin “estreia” na CPI da Covid nesta terça-feira [ao vivo]

Reportagem do Estadão publicada no último domingo (9) revelou que Bolsonaro criou um orçamento secreto de R$ 3 bilhões em emendas para aumentar sua base de apoio no Congresso Nacional. Segundo o jornal, boa parte das emendas foram destinadas à compra de tratores e equipamentos agrícolas por preços até 259% acima dos valores de referência fixados pelo governo.