ciro santana lupi

Veja essa: Ciro Gomes roubou o marqueteiro do PT

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) comunicou nesta quinta-feira (22/4), pelo Twitter, que roubou o marqueteiro do PT.

O publicitário João Santana vai lutar em 2022 sob a bandeira pedetista.

Ciro disse que participou de uma reunião de trabalho com Carlos Lupi, presidente do PDT, e com o publicitário João Santana, que nos ajuda a partir de agora na comunicação do partido.

Ciro Gomes roubou o marqueteiro do PT

João Santana foi o coordenador do marketing vitorioso das campanhas de Lula (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014), no Brasil; Hugo Chávez (2012), na Venezuela; Mauricio Funes, em El Salvador; Danilo Medina, na República Dominicana; e José Eduardo Santos, em Angola.

Leia também

Bolsonaro não se reelege em 2022, diz marqueteiro

No dia 26 de outubro do ano passo, em entrevista ao programa Roda Viva, na TV Cultura, João Santana fez uma sombria previsão sobre o futuro político do presidente Jair Bolsonaro.

É mais fácil uma galinha criar dentes do que Bolsonaro ser reeleito em 2022, disse o publicitário, ex-marqueteiro do PT.

“É muito mais provável que Bolsonaro perca a eleição”, disse na época Santana, ao analisar o desempenho do presidente.

Segundo o marqueteiro, Bolsonaro teve uma lua de mel muito frígida com a população e que, naquele momento, o mandatário vivia dentro de uma bolha do coronavoucher (auxílio emergencial) com aprovação muito baixa.

“Ele quer deixar de ser herói moral para ser herói social. É muito perigoso para ele”, analisou.

Para o publicitário, oposição irá enfrentar um “tigre de papel” na eleição de 2022, porém recomendou uma união das esquerdas com o ex-presidente Lula na vice.

“O Bolsonaro que chegará em 2022 será muito diferente daquele da eleição de 2018”, disse Santana. Ele duvida que a economia irá se recuperar até lá.

O marqueteiro afirmou ainda que a entrada de Bolsonaro no Nordeste pode restar infrutífera porque não houve tempo, recursos materiais e simbólicos, tampouco não há uma mensagem de futuro.