cpi covid desfavoravel bolsonaro

URGENTE: Governo Bolsonaro não tem maioria na CPI da Covid no Senado

  • A CPI da Covid será francamente desfavorável ao governo, avalia o cientista político Alberto Carlos Almeida

O presidente Jair Bolsonaro não conseguiu “passear” sobre a recém-instalada CPI da Covid no Senado.

Segundo informações de bastidores, a composição da comissão de investigação será mais hostil ao governo do que o Palácio do Planalto supunha inicialmente.

O cientista político Alberto Carlos Almeida analisou em grupos reservados que a CPI da Covid será francamente desfavorável ao governo.

Veja que são os titulares da CPI da Covid no Senado:

1. Eduardo Braga (MDB-AM)
2. Renan Calheiros (MDB-AL)
3. Ciro Nogueira (PP-PI)
4. Otto Alencar (PSD-BA)
5. Omar Aziz (PSD-AM)
6. Tasso Jereissati (PSDB-CE)
7. Eduardo Girão (Podemos-CE)
8. Humberto Costa (PT-PE)
9. Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
10. Indefinido (DEM-PL-PSC)
11. Indefinido (DEM-PL-PSC)

Na avaliação de Almeida, Renan é claro oposicionista a Bolsonaro, bem como seu colega de bancada emedebista Eduardo Braga.

Segundo o cientista político, o amazonense Omar Aziz e o tucano cearense Tasso Jeirissati também são oposição a Bolsonaro. O baiano Otto Alencar igualmente é contabilizado como oposicionista.

Os partidos têm até 10 dias para fazerem as indicações na CPI da Covid, caso contrário o presidente do Senado o fará.

Leia também

Confira os suplentes da CPI da Covid:

1. Jader Barbalho (MDB-PA)
2. Angelo Coronel (PSD-BA)
3. Marcos do Val (Pode-ES)
4. Rogério Carvalho (PT-SE)
5. Alessandro Vieira (Cidadania-ES)
6. Indefinido (MDB-PP-Republicanos)
7. Indefinido (DEM-PL-PSC).

Regimentalmente, a comissão de investigação é formada por 11 titulares e sete suplentes.