Resultado da enquete: 84,5% contrários à liberação de cultos e missas na pandemia

A maioria absoluta dos leitores do Blog do Esmael (84,5%) é contrária à liberação de cultos e missas na pandemia. Eles se dividem entre à oposição do ministro do STF, Nunes Marques, e à crítica à ação política do magistrado ligado ao presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o resultado da enquete, 57,4% se dizem contra à liberação de eventos religiosos por causa da Covid enquanto 27,1% consideram que o ministro Nunes Marques quis puxar o saco de Bolsonaro.

Os que são favoráveis à liberação de missas e cultos durante a pandemia soma 15,5%.

O Blog do Esmael realizou o levantamento entre os dias 3 e 4 de abril e obteve 1.178 respostas.

Confira o resultado da enquete:

  • Sou favorável à liberação 15,5%
  • Contra à liberação por causa da Covid 57,4%
  • Nunes Marques quer puxar o saco de Bolsonaro 27,1%

STF pode cassar decisão de Nunes Marques

O Supremo Tribunal Federal (STF) tende a cassar a medidas liminar do ministro Nunes Marques. Integrantes da corte sinalizam pela revisão da liberação de cultos e missas durante a pandemia, impedindo que governadores e prefeitos proíbam eventos religiosos.

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP),Jonas Donizette, pediu que o Supremo se manifeste colegiadamente sobre o tema.

O Brasil discute a liberação de cultos e missas no momento em que o Brasil atingiu 331.433 mortes durante a pandemia, segundo dados divulgados neste domingo (4/4) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Leia também