presidente jair bolsonaro

Requião pede o internamento urgente de Bolsonaro em ‘hospício qualificado’

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), na condição de “ombudsman” dos progressistas, pediu neste sábado (24/4) o internamento psiquiátrico do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o emedebista, a ameaça do mandatário de mobilizar o Exército contra as medidas restritiva adotadas por governadores e prefeitos justificaria o internamento compulsório de Bolsonaro.

“Bolsonaro ainda não foi internado para tratamento da sua insanidade em um hospício qualificado?”, questionou Requião em suas redes sociais.

Para o ex-senador, o distanciamento social e lockdown são fundamentais para o povo evitar contaminação e prevenir-se contra a covid-19.

Leia também

‘Bolsonaro, pare de mimimi e vá trabalhar’

O jornalista Ricardo Cappelli, secretário de Comunicação do estado do Maranhão, no Twitter, pediu para que Bolsonaro pare de mimimi e vá trabalhar pelo País.

“O Exército Brasileiro não é sua milícia particular para ser usado contra os governadores”, lembrou o secretário do governo de Flávio Dino (PCdoB).

De acordo com Cappelli, confundir generais respeitados como Santos Cruz e Fernando Azevedo com Adriano da Nóbrega é delírio.

“O povo precisa de vacina e comida na mesa. Pare de mimimi e vá trabalhar!”, escreveu Ricardo Cappelli.