Ratinho escolheu não comprar vacinas russas

No início do ano, Governadores do Nordeste assinaram contrato de 39 milhões de vacinas diretamente do Fundo Russo (FDIR). Alguns deputados do Paraná estabeleceram relação com os Governadores do Nordeste e, com isso, abriram os caminhos para que pudéssemos alcançar o mesmo Êxito. O Consórcio Nordeste nos colocou em contato com o Fundo Russo e então pudemos abrir negociações sobre a aquisição da vacina para o Paraná.

Naquele momento, o Fundo poderia disponibilizar para o Paraná aproximadamente 13 milhões de doses da vacina russa, o que seria suficiente para imunizar mais da metade da população paranaense, já que esta vacina necessita de duas doses.

Porém, o Governador do Estado não esteve empenhado na aquisição de vacinas e, vale lembrar que as mesmas vacinas que no ano de 2020, o presidente, de quem o Governador é alinhado, negou 70 milhões de doses por questões ideológicas. Ratinho simplesmente ignorou o chamado dos deputados e dos paranaenses para a vacinação em massa e urgente.

No momento de caos em que estamos vivendo, onde milhares de paranaenses já foram vítimas fatais da doença, é inadmissível que o Governador mais uma vez tenha como prioridade atender os interesses do Presidente da República. Afinal, Ratinho governa para quem? Onde está sua responsabilidade enquanto chefe do Executivo paranaense?

Após 15 dias do início das negociações com o Fundo Russo, a falta de interesse do Governo do Estado fez com que o número de 13 milhões de doses fosse diminuindo, isso porque outros estavam buscando a mesma alternativa que construímos. A data limite para aquisição das vacinas foi 02 de abril, era o último dia para o Governador firmar compromisso com a vida da população paranaense. Porém, não foi o que aconteceu. Perdemos os últimos 5 milhões de doses restantes, que foram adquiridos pelo município de Rio de Janeiro.

Na política, o fato do tomador de decisões optar por ignorar o processo, é também uma tomada de decisão. Ratinho escolheu não amparar aqueles que o elegeram e que depositaram nele sua esperança. O Governador decidiu não decidir, e com isso muitos paranaenses continuarão sofrendo as consequências dessa vacina. Infelizmente, mais uma vez o Governador se alinha ao Governo Federal, mesmo que isso signifique o sofrimento do povo paranaense e o desmonte do Paraná.

Aproveito para agradecer aqueles que tem responsabilidade com nosso povo, todos os deputados e deputadas que fizeram parte dessa articulação. Também o Consórcio Nordeste que não mediu esforço para que pudéssemos salvar as vidas dos paranaenses e o Fundo Russo por toda a disposição às negociações que, por opção do Governador, não tiveram um desfecho positivo