biden vs bolsonaro

Globo ‘baba ovo’ de Biden enquanto apoia estultices econômicas de Bolsonaro

Não tente encontrar coerência na cobertura jornalística da Rede Globo porque não a encontrará.

A emissora dos Marinho ‘baba ovo’ para o presidente americano, com direito a transmissão de discurso ao vivo, no Congresso, momento em que Joe Biden defende um plano de US$ 4 trilhões (cerca de R$ 22 trilhões).

Biden já lançou três grandes planos de gastos no valor de cerca de US$ 6 trilhões, equivalente a R$ 32 trilhões.

O diabo é que, na contramão, o presidente Jair Bolsonaro corta salário e jornada dos trabalhadores –tirando dinheiro de circulação e ampliando a depressão econômica no Brasil.

A Globo concordam com Bolsonaro quando o assunto é ferrar os trabalhadores. As pautas econômicas unificam o Palácio do Planalto e a TV carioca.

Quanto a Biden, nos EUA, ele declarou que “a América está se movendo novamente” e incentivou as pessoas a se vacinarem. [Nesse quesito, a Globo e Bolsonaro têm uma divergência.]

Leia também

Biden pediu aos congressistas americanos que adotem uma nova visão abrangente para benefícios públicos, financiados por impostos mais altos sobre os americanos mais ricos.

No Brasil, falar em taxar grandes fortunas é mais pecado que “chutar a santa” –em alusão ao pastor maluco da Universal, que chutou imagem de N. Senhora numa transmissão de TV– ou bater na mãe.

Globo e Bolsonaro tem muito mais a ver do que se imagina, mas, tirando eles, o discurso de Joe Biden foi recheado de simbolismo. Atrás dele, de forma inédita, duas mulheres: a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, e a vice Kamala Harris.

É a primeira vez que as duas autoridades que estão atrás de um presidente durante um evento como esse são mulheres. Aqui estão os principais momentos até agora.

Veja como foi o discurso de Joe Biden [em inglês]