castillo

Eleição no Peru: Sindicalista de esquerda deve disputar segundo turno com a direita

O professor sindicalista de esquerda, Pedro Castillo (Peru Livre), foi o candidato mais votado nas eleições presidenciais do Peru neste domingo (11). Ele praticamente já garantiu sua participação no segundo turno do pleito, mas ainda não há definição sobre quem será seu adversário.

Cerca de 50% dos votos foram contados até agora. Os primeiros resultados oficiais apontam a liderança de Castillo, com 15,8% dos votos. Em segundo lugar aparece de Soto (Avança País – direita), com 13,63% dos votos. Em terceiro, Keiko Fujimori (Força Popular -direita), com 12,89%. Em quarto, Rafael López Aliaga (Renovação Popular – direita), com 12,88%.

LEIA TAMBÉM
Direita vence no Equador enquanto a esquerda vira notícia [vídeo]

Rodrigo Maia agora pede CPI para investigar Bolsonaro

O que você precisa saber sobre a CPI da Covid no Senado

Para que um candidato vença no primeiro turno as eleições presidenciais no Peru, ele deve obter 50% mais um dos votos válidos — algo que dificilmente acontecerá, conforme os primeiros resultados da apuração. O segundo turno está marcado para acontecer no dia 6 de junho.