andres arauz candidato esquerda derrotado equador

Direita vence no Equador enquanto a esquerda vira notícia [vídeo]

  • O candidato derrotado Andrés Arauz aceitou a derrota e disse que ligará para o recém-eleito presidente do Equador para parabenizá-lo.

O economista Andrés Arauz, 35 anos, de esquerda, perdeu a eleição presidencial deste domingo (11/4) no Equador, mas seu discurso foi o ponto alto desta noite. Ele reconheceu a derrota, disse que seu país é um projeto de vida e, após a disputa, uma só nação.

O presidente eleito do Equador é o banqueiro Guillermo Lasso, de 65 anos, apoiado pelo atual presidente conservador Lenin Moreno.

“Os equatorianos manifestaram seu desejo de mudança”, disse o eleito, embora represente o continuísmo de um governo submetido ao FMI (Fundo Monetário Internacional) e ao neoliberalismo econômico.

Leia também

Com 97% dos votos apurados pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Lasso tinha 52,67% (4.316.318 votos) ante 47,33% (3.879.181 votos) de Andrés Arauz.

O candidato derrotado Andrés Arauz aceitou a derrota e disse que ligará para o recém-eleito presidente do Equador para parabenizá-lo.

Assista ao discurso de Arauz: