Bolsonaro nos proporcionará o mais longo inverno de nossas vidas

Não há luz no fim do túnel sob o governo Jair Bolsonaro. Ele nos proporcionará o mais longo inverno de nossas vidas até 2023, se não for interrompido antes.

O modelo econômico, neoliberal, é que empurrou mais 27 milhões de brasileiros para a linha de pobreza nos últimos seis meses, não a pandemia, como muitos erroneamente creem.

Foram as retiradas de direitos e a precarização do trabalho que elevaram o desemprego a 50% da PEA (População Economicamente Ativa), ou seja, 80 milhões de pessoas, não a cara feia de Bolsonaro.

A depressão econômica sob a qual bancos e fundos de especulação faturam alto ocorre porque o governo anui, não porque Bolsonaro arrota ou peida à mesa durante as refeições.

Leia também

São as questões econômicas que estão desgraçando a população brasileira, não as fanfarrices de Jair Bolsonaro.

A ausência de dinheiro ventilando a economia deixará o país na UTI durante todo esse período de Bolsonaro.

Num quadro de pandemia, é a falta de vacina que fecha comércio e escolas – não as medidas restritivas e lockdown de governos estaduais e prefeitos.

Se os eleitores tiverem juízo em 2022, com a saída de Bolsonaro, será possível enxergar os primeiros feixes de luz em meados de maio de 2023. Se esses tempos obscuros forem pedagógicos para a sociedade, que fique bem claro.

Portanto, sugiro que você tire sua “japona” [casaco] do armário desde já.