vereadora larissa gaspar

Bolsonarista é condenado por difamar vereadora do PT em Fortaleza

A vereadora Larissa Gaspar, do PT de Fortaleza, ganhou na Justiça ação contra um bolsonarista que publicou montagem que associava a parlamentar à pedofilia.

Ele foi condenado a pagar indenização de R$ 5 mil reais e publicar uma retratação em suas redes sociais. O dinheiro da indenização já foi doado para o Coletivo Bem Viver e para o Instituto Maria da Penha.

George Mazza é servidor público e foi acusado de prática dos delitos de difamação e injúria, presentes no Código Penal.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro ataca ministro Barroso após ordem do Supremo para instalar CPI da Covid no Senado

Na corda bamba, Bolsonaro quer reabrir caso Adélio para açular torcida

Flávio Dino: “Se fosse por Bolsonaro, Brasil já teria 1 milhão de mortos”

O crime ocorreu em 2018, quando a Câmara Municipal de Fortaleza discutia um projeto de Lei que visava coibir a prática de atos de discriminação ou violência em razão de gênero, cor, idade, orientação sexual, deficiência, opção religiosa, origem ou cultura, em estabelecimentos de ensino públicos ou privados.

A imagem compartilhada por ele circulou em grupos dos aplicativos Whatsapp e no Facebook, é uma montagem em que a petista aparece ao lado de um desenho que mostra um grupo de crianças seminuas fazendo necessidades fisiológicas no interior de banheiro público. Abaixo, consta a legenda “A Vereadora Larissa Gaspar … Quer nossas Crianças Assim!”.

As informações são do PT